Polo Aquático da Viver Santarém defrontou Clube Oriental de lisboa no Complexo Aquático de Santarém

O Complexo Aquático Municipal de Santarém recebeu no passado sábado, 18 de novembro, a equipa de seniores do Clube Oriental de Lisboa para um jogo treino, presente no planeamento da época 2017/18, promovendo o contato direto com a “competição” dos alunos da EMNS da classe de Polo Aquático.

Este encontro realizou-se entre as 12h00 e as 14h30. O aquecimento de ambas as equipas teve lugar a partir das 12h00, sendo que os jogos tiveram início às 12h30 prolongando-se até às 14h30.

A Viver Santarém fez-se representar neste encontro com 3 dos seus escalões; Femininos (Sub 18) – 8 atletas, Masculinos (Sub 16 e Sub 18) – 12 atletas e Masculinos (Sub 20 e Seniores) – 7 atletas.

Sendo que este era um jogo de treino, optou-se por realizar um jogo com 4 períodos de 20 minutos de tempo corrido, com direito a vários períodos de desconto de tempo por cada período. Sendo que as regras eram as oficiais e sem tempo oficial (30 segundos) de ataque.

O primeiro período contou apenas com os atletas Sub-20 e Seniores, tendo uma exigência superior para ambas as equipas, mostrou-se um primeiro período muito renhido e com bons momentos de Polo Aquático de ambas as partes, permitindo que se pudessem realizar várias paragens para se ir aferindo questões táticas que num jogo oficial é difícil.

No segundo período entraram os Sub-16 e Sub18, notando-se aqui um maior desnivelamento ao nível da competitividade e da experiência, que é importante ao nível do desempenho técnico e tático.

No terceiro período foi a vez da equipa feminina entrar em ação, obviamente que a intenção não era ganhar, como jogo treino, serve para isso mesmo, treinar. Aqui tanto o Oriental com a equipa feminina tiveram oportunidade de realizar situações táticas muito interessantes de ambas as partes, mostrando que a equipa feminina da Viver Santarém está no rumo certo com uma atitude e uma vontade e sede de jogar acima da média.

No quarto e último período todos jogaram, pois para além do cariz de treino, a diversão de se praticar esta modalidade tem de ser o principal objetivo.

Apesar de estarem presentes grupos de idade bastante distintos, a dinâmica que cada um apresentou, tanto coletiva como individual foi o espelho do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido, podendo-se afirmar que os vários escalões têm bons argumentos para outras equipas e diferentes escalões. Sendo que já não se evidencia o nervosismo habitual nas entradas de jogo e que os nossos atletas conseguiram colocar em prática muitas questões táticas coletivas e individuais que se têm treinado.

Com todos os grupos houve situações onde se conseguiu colocar ritmo de jogo e intensidade controlando alguns aspetos de jogo até ao momento não dominados.

A união, coesão e dinâmica fora e dentro de água está de facto a melhorar a olhos vistos, deixando perceber que o trabalho está a ser bem orientado e bem dirigido,

Parabéns aos atletas da Viver Santarém pelo empenho, garra, dedicação, pois apresentam muita qualidade.