No passado sábado, dia 29, no âmbito da celebração dos 40 anos do Festival Nacional de Gastronomia (FNG), teve lugar o primeiro encontro do “Portugal à mesa em Santarém”, tendo Setúbal inaugurado a iniciativa.

Durante a tarde, os claustros da Casa do Campino abriram-se aos sabores e às tradições deste concelho, sob o mote “Setúbal Terra de Peixe”. Através da “Casa da Baía” estiveram representados vários produtos regionais, entre eles o sal do Sado (“Alegre-me”), as conservas (“Belmar”), as bolachas e os biscoitos (“Bolacha Piedade” e “Aromas do Campo”), a doçaria (“Doce Afetos” e “Pastelaria Abrantes”), compotas (“Doces da Bina”), os licores (“A Casa do Arrabidine” e “Riversado”), o queijo de Azeitão (“Queijaria Simões”), o mel tradicional (“Honey Perfect”), o azeite (“Manos Lince”), os vinhos DOC de Setúbal (“José Maria da Fonseca”, “Quinta da Bacalhoa”, “Quinta de Alcube”, “Herdade da Gâmbia”, “Casa Ermelinda de Freitas”, “Adega Cooperativa de Palmela”, “Assis Lobo”). Devemos salientar que a “Casa da Baía, Centro de Promoção Turística” está localizado na mais emblemática artéria de Setúbal (Av. Luísa Todi), tendo sido recentemente distinguido pelo guia internacional Travel & Hospitality com o galardão de “Melhor Experiência Local” no distrito de Setúbal. em 2019.

Em complemento à “feira de sabores” de Setúbal nos claustros que encantou os visitantes, durante toda a tarde, funcionou no “bar da pedra” a Tasca do Choco, onde os escalabitanos puderam petiscar sandes de choco frito, empadas e pataniscas de choco, para além da inovadora pizza de choco, iguarias que atraíram diversos tipo de público ao evento. Os salgados podiam ser complementados com as tradicionais tortas de Azeitão.

A tarde de descoberta de Setúbal em Santarém culminou num jantar solidário, promovendo o melhor da região através das propostas gastronómicas do chef Álvaro Santos. O chef Álvaro Santos regressou recentemente a Portugal e a Setúbal e investindo na reconversão do “clássico” espaço da Leitaria do Montalvão, ligado entre outros aspectos às memórias de Zeca Afonso.

Durante o jantar, no discurso inaugural, o Presidente do Conselho de Administração da Viver Santarém, João Leite, fez questão de recordar a importância dos 40 anos do FNG e o desafiante programa de actividades que lhe está associado, sublinhou a forma entusiástica e dinâmica como o Município de Setúbal correspondeu ao desafio proposto, naquela que se traduzi na primeira de três iniciativas do “Portugal à Mesa em Santarém”. João Leite fez questão de agradecer a todos os envolvidos das equipas do Município de Setúbal e da Viver Santarém na organização, bem como à Escola Profissional do Vale do Tejo (EPVT), cujos alunos do Curso de Hotelaria e Restauração asseguraram a preparação e o serviço de mesa e cuja disponibilidade e parceira com as iniciavas neste âmbito tem sido inexcedível e louvável. Por fim, agradeceu a presença de todos, reiterando também o carácter solidário destas iniciativas. Seguiu-se a intervenção da Presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, a qual agradeceu a Santarém oportunidade e o convite, reiterando as palavras anteriores, fez questão de sublinhar a importância histórica e cultural do FNG como modelo e origem de todos os “outros festivais gastronómicos”, sublinhando que a gastronomia é único património que se pode degustar. Deixou um convite à visita a Setúbal esperando que este dia tenha continuidade em trabalhos recíprocos de promoção cultural dos dois concelhos. O Presidente da Câmara Municipal de Santarém, Dr. Ricardo Gonçalves, encerrou as intervenções institucionais, agradecendo uma vez mais a todos os envolvidos na organização, e reiterando a importância da efeméride dos 40 anos do FNG, cujo programa alia as várias dimensões culturais e patrimoniais da gastronomia, reforçando o objetivo de Santarém ser um grande e bom Restaurante de Portugal.

A refeição foi servida ao som do fado, na voz da Maria Caetana, acompanha na guitarra por Paulo Serra e por Francisco Felgueiras na viola. O grupo interpretou temas bem conhecidos do público em geral, com destaque para diversas homenagens a Amália Rodrigues, durante os diferentes momentos musicais que pontuaram as pausas na refeição.

As celebrações dos 40 dos FNG de Gastronomia seguem no envolvimento e na dinamização de várias actividades, conforme o programa público. Nesse âmbito, a próxima edição do “Portugal à Mesa em Santarém” terá lugar no mês de junho, com programa anunciar brevemente.